Publicado em Agropecuária - 17/04/2013 - 18:30h | Redação

Produtora de café em Guaranésia garante novos conhecimentos com cursos do SENAR

Produtora de café em Guaranésia, Maria de Fátima Pereira Dias Pinon Arias é daquelas pessoas que está sempre atrás de novos conhecimentos para garantir melhores safras. E foi com ajuda do SENAR MINAS (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural) que ela vem conseguindo capacitação para si e seus funcionários na Fazenda São Geraldo.


Produtora Maria de Fátima com o presidente do SPR de Guaranésia, Antonio Carlos Pitondo; cursos do SENAR ajudaram fazenda a conquistar Certifica Minas Café

Produtora Maria de Fátima com o presidente do SPR de Guaranésia, Antonio Carlos Pitondo; cursos do SENAR ajudaram fazenda a conquistar Certifica Minas Café

 

 

No município, os cursos do SENAR  são realizado por meio do Sindicato dos Produtores Rurais de Guaranésia. Ela se tornou produtora de café há 10 anos, herdando a fazenda dos pais. Desde então, a produtora que foi professora na Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) está sempre se atualizando com os treinamentos gratuitos.

 

Dos 13 funcionários da fazenda, mais de 60% já foram treinados pelo SENAR. Nos últimos anos, o local recebeu cursos de Terreirero, Operação e Manutenção de Roçadora e Tratores Agrícolas, além do GQC (Gestão com Qualidade em Campo).“Vivemos um momento econômico difícil, principalmente na cafeicultura, por isso os cursos são importantes para capacitar a mão de obra e manter o pessoal sempre atualizado”, disse a produtora. “E o SENAR é a única entidade que oferece esse tipo de curso, com ótimo conteúdo e instrutores muito bons que atendem às nossas necessidades”, completou.

 

Na avaliação dela, os cursos do SENAR já auxiliaram a fazenda em muitos setores, incluindo a conquista do Certifica Minas Café, do governo estadual. A produtora sempre incentiva seus funcionários porque acredita que a participação em treinamentos como do SENAR refrescam o conhecimento. “Os treinamentos são importantes porque motivam a lidar na fazenda. Acho que é preciso ter essa conscientização em atualizar com cursos. Eu mesma já me inscrevi no curso de Educação à Distância (EAD) do SENAR esta semana”, contou.

 

Maria de Fátima já tem uma lista de cursos a serem solicitados este ano ao Sindicato de Guaranésia. Dentre eles, estão mais um de Terreirero, Aplicação de Agrotóxicos e Primeiros Socorros.

 

 




Deixe um comentário

(obrigatório)

continue lendo